fbpx

Trade Marketing: como os chatbots estão transformando essa área do marketing

Saiba como o marketing conversacional está transformando as áreas de Trade Marketing, e o que você pode fazer a respeito.
6 min. de leitura
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Trade Marketing é uma das áreas mais empolgantes do mundo do marketing. Ele foca em fazer os produtos e serviços brilharem nos pontos de venda (PDVs). 

O grande objetivo? Aumentar as vendas e fazer com que os produtos sejam notados, tudo isso enquanto proporciona uma experiência incrível para os consumidores. Não basta só ter um produto incrível, é preciso saber como colocá-lo na prateleira e na cabeça do cliente.

Em suma, o Trade Marketing é composto por pessoas estratégicas, observadoras, criativas e comunicativas. Verdadeiros experts em entender o mercado e em colocar produtos no lugar certo, criando uma conexão real com o público.

Mas, como fazer tudo isso na era digital em que vivemos? Uma era que está mudando completamente como as empresas se conectam com seus clientes e ajustam suas táticas de marketing…

Não se preocupe. Vamos te apresentar como a tecnologia e a inteligência artificial (IA) podem ser suas grandes aliadas nas estratégias de Trade Marketing, fazendo a diferença em seus negócios. 

Vamos lá! 

O papel dos pontos de venda (PDVs) na era tecnológica

Temos um fato importante para debater aqui: a tecnologia está mudando como as pessoas compram. Os consumidores estão cada vez mais usando dispositivos móveis para pesquisar produtos e fazer compras. 

Por outro lado, as empresas precisam acompanhar essa tendência e investir em tecnologia para melhorar a experiência do cliente nos pontos de venda (PDVs). Além da tecnologia, os PDVs também podem ser importantes canais de educação. 

Como assim? Fácil. As empresas podem usar os PDVs para educar os consumidores sobre seus produtos e serviços. Isso pode ser feito por displays interativos, degustações e workshops, por exemplo. 

A educação dos consumidores pode ajudar a aumentar as vendas e gerar fidelidade. Por fim, os PDVs também podem ser usados para criar experiências criativas e envolventes. As empresas podem usar os PDVs para criar campanhas e promoções inovadoras. 

Isso pode ajudar a chamar a atenção dos consumidores e aumentar as vendas. Como resultado, ao combinar tecnologia, educação e criatividade, as empresas podem criar experiências de compra únicas e memoráveis que irão fidelizar os consumidores.

Comparando estratégias de Trade

Então, como estamos explorando a nova era da comunicação, o ideal é apresentar as variadas estratégias de trade online e offline.

Trade marketing e trade marketing digital são duas abordagens relacionadas, mas distintas, para impulsionar as vendas e melhorar a exposição de produtos em diferentes contextos de negócios.

O trade marketing é uma estratégia voltada para a exposição estratégica de produtos nos pontos de venda, principalmente nos centros de distribuição (como empresas de varejo). Já o trade marketing digital é o mesmo conceito, mas aplicado ao ambiente online.

Para ficar mais fácil, vamos exemplificar mostrando algumas diferenças entre as estratégias:

Canal

O trade marketing tradicional é realizado em canais físicos, como lojas, supermercados e outros pontos de venda. Já o trade marketing digital é realizado em canais online, como e-commerce, redes sociais e outros.

Objetivo

O trade marketing tradicional procura aumentar as vendas e a visibilidade dos produtos nos PDVs. O trade marketing digital visa aumentar as conversões e reduzir a taxa de abandono de carrinho.

Ferramentas

O trade marketing tradicional envolve atividades como merchandising, promoções e treinamento de vendedores. O trade marketing digital utiliza estratégias como marketing de conteúdo, mídia social, e-mail marketing e retargeting (estratégia que traça o resgate e reengajamento de usuários que saíram do site sem concretizar uma compra). 

Resultados

O trade marketing tradicional pode resultar em um aumento nas vendas, na visibilidade dos produtos e na satisfação dos clientes. O trade marketing digital pode resultar em um aumento nas conversões, na redução da taxa de abandono de carrinho e na satisfação dos clientes.

Ou seja, ambos são estratégias complementares que podem ser usadas para aumentar as vendas e a satisfação dos clientes.

Estratégias de Trade Marketing mais utilizadas pelos profissionais da área

Merchandising

Processo de organizar e apresentar produtos de forma atraente e convidativa no PDV. Isso pode incluir o uso de displays, sinalização e outros materiais para chamar a atenção dos consumidores. Esses displays criativos servem para destacar produtos por exibições visualmente atrativas nos pontos de venda, atraindo a atenção dos consumidores.

Promoções

Aqui, são ações temporárias que oferecem descontos, brindes ou outros benefícios para incentivar os consumidores a comprar produtos. As promoções podem ser realizadas no PDV ou online. Aqui também podemos citar o sampling de produtos, ou seja, distribuir amostras, testes gratuitos, versões demos etc, como estratégia de conversão de leads. 

Relações-públicas

Essa é uma ótima forma de promover produtos e serviços através de veículos de mídia tradicionais e online. Isso pode incluir a publicação de artigos, entrevistas e outros conteúdos sobre os produtos. A presença em eventos e convenções com estandes e pontos de ativação da marca são bem importantes aqui, chamando a atenção de distribuidores e parceiros. 

Tecnologia e inteligência artificial revolucionando a área de Trade Marketing

Muitas áreas de trade já automatizam processos outrora manuais. Hoje, a inteligência artificial agiliza o gerenciamento de informações, padroniza dados e realiza mapeamentos mais assertivos.

O mundo está mudando rapidamente e o mercado de consumo não é diferente. Os consumidores estão cada vez mais exigentes e conectados, e as empresas precisam se adaptar para atender às suas necessidades.

Como a revolução tecnológica e a inteligência artificial podem ajudar no dia a dia do Trade Marketing?

À medida que as empresas adotam essas tecnologias, elas ganham uma vantagem competitiva ao se adaptar mais rapidamente às mudanças do mercado e às necessidades dos consumidores, por exemplo:

  1. Automatizando processos: tarefas repetitivas e demoradas? Não mais! A IA automatiza essas tarefas, liberando a equipe de Trade para se concentrar em outras atividades estratégicas.
  1. Personalizando ofertas: a IA pode criar ofertas mais personalizadas para os clientes, com base em seu histórico de compras, preferências e comportamento, fortalecendo o relacionamento entre marca e cliente. 
  1. Monitorando o PDV: aqui, a tecnologia permite o monitoramento em tempo real dos pontos de venda, fornecendo informações sobre a exposição dos produtos, disponibilidade em estoque, eficácia das promoções e até mesmo o fluxo de clientes nas lojas físicas.
  1. Prevendo demandas: a IA pode utilizar dados históricos e variáveis externas para prever a demanda futura de produtos. Isso ajuda na gestão de estoque e evita a falta ou o excesso de produtos nas prateleiras.
  1. Interagindo com o consumidor: chatbots e assistentes virtuais podem ser utilizados para interagir com os consumidores, fornecendo informações sobre produtos, promoções e auxiliando na tomada de decisão durante a jornada de compras.

O caso de sucesso da Getbots que mostra como o marketing conversacional, aliado à tecnologia dos chatbots, pode melhorar a experiência do cliente e aumentar vendas

Um exemplo real de como os chatbots podem ser usados em estratégias de Trade Marketing é o caso de uma grande empresa do segmento FMCG (Fast-moving consumer goods – produtos de bens de consumo rápido). Em 2022, a empresa promoveu uma campanha anual e viu uma grande oportunidade de participação também pelo WhatsApp.

Com um planejamento envolvendo as equipes de designer conversacional, UX Writer, tecnologia e planejamento da Getbots, a empresa desenvolveu um assistente virtual que proporcionou uma experiência de participação única e personalizada para os clientes.

O chatbot foi capaz de responder a perguntas sobre a campanha, fornecer informações sobre os produtos e serviços da empresa e até mesmo processar pedidos. O resultado foi um aumento significativo na participação dos clientes na campanha, bem como um aumento nas vendas.

Este é apenas um exemplo de como o marketing conversacional, aliado aos chatbots, podem ser usados em estratégias de trade marketing. Ao usar a inteligência artificial, as empresas podem se conectar com clientes de forma mais eficaz e eficiente, e podem proporcionar uma experiência de participação única e personalizada.

Vamos explorar mais um caso que ilustra perfeitamente o poder transformador do marketing conversacional no Trade Marketing?

Imagine uma situação onde um chatbot é criado especialmente para se encaixar às necessidades exclusivas de uma empresa.

Essa empresa está decidida a extrapolar e criar algo profundo com seu público. É aqui que entra o elemento surpresa: um QR Code especialmente desenvolvido para potencializar essa ação. Mas, ele não é apenas um QR Code; ele é a chave que abre as portas para um universo de possibilidades emocionantes e experiências extraordinárias.

O enredo se desenrola quando as pessoas, cheias de curiosidade, digitalizam esse QR Code e nosso assistente virtual (o chatbot) dá vida a essa experiência única.

O chatbot assume o centro das atenções, trazendo consigo uma experiência que prende a atenção e direcionada as pessoas usuárias. 

Agora, imagine isso: informações sob medida, ofertas exclusivas ou até mesmo uma conversa cheia de vida que envolve o usuário de uma forma completamente nova.

Nessa narrativa, o chatbot deixa de ser um mero assistente; ele se transforma em um parceiro na missão da empresa de criar conexões extraordinárias com sua audiência. Essa é uma ativação que transcende as fronteiras do comum e mergulha de cabeça na era da interação inteligente.

Então, em resumo, o que aprendemos aqui é que a fusão entre tecnologia e criatividade tem o poder de transformar um simples QR Code em uma experiência profunda para as pessoas. 

Ou seja, se você está procurando uma maneira de melhorar a experiência do cliente e aumentar as vendas, considere usar chatbots em suas estratégias de trade marketing.

Conclusão

Assim, tecnologia e trade marketing estão se misturando de um jeito inovador, redefinindo completamente como as coisas acontecem. E, acredite, o marketing conversacional, aliado aos chatbots, são os grandes destaques nessa história, graças à inteligência artificial (IA) que os impulsiona.

Esses chatbots, que ganham vida graças à IA, não são apenas respostas programadas. Eles vão além, transformando as experiências e aprimorando tudo ao redor. E o mais incrível é que eles conseguem entender o que a gente fala e aprendem com cada interação, como verdadeiros parceiros.

Quando falamos de trade marketing, esses chatbots são como os jogadores secretos da estratégia. Eles dão um suporte imediato, embasam decisões com dados concretos e ainda melhoram toda a experiência, seja nas lojas físicas ou no mundo online.

Portanto, se jogar nesse mundo dos chatbots não é só uma jogada inteligente, é praticamente dar um passo em direção ao extraordinário. É preparar o terreno para a empresa prosperar, deixar os clientes super satisfeitos, automatizar processos e construir um futuro sólido.

Certamente, a revolução trazida pela IA está batendo a sua porta e os chatbots são a chave para abrir um mundo de sucesso no trade marketing. 

E a Getbots? Bem, somos a parceria perfeita para trazer esses chatbots para a realidade. É só entrar em contato com a gente!

Ah, e não perca a chance de nos seguir nas redes sociais. A jornada de aprendizado continua por lá!

Conheça as soluções que a Getbots pode fazer para o seu negócio em getbots.com.br

Avalie este artigo Quantas estrelas este artigo merece?
0 / 5

Sua avaliação:

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
E-mail
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-mail

Veja também

Posts relacionados

importância dos emojis

Entenda a importância dos emojis na comunicação com os clientes

Pode parecer bobo à primeira vista, mas os emojis são importantes recursos de comunicação atualmente. Confira o post e entenda a relevância dos emojis para sua estratégia de comunicação, quais são os mais utilizados, algumas curiosidades sobre o assunto e em quais circunstâncias não usá-los!

Comentários

Faça uma busca no Blog: